FARO 1540

Associação de Defesa e Promoção do Património Ambiental e Cultural de Faro

Março, mês dos 3 Ws

Março, mês dos 3 Ws

- Workshop de Mandarim (a decorrer durante todo o mês de Março de terça a quinta-feira) - Workshop de Introdução ao mundo da Apicultura (dia 16 de Março das 9h30 às 17h30) - Workshop de Ovos de Chocolate (dia 17 de Março de manhã) Durante ...

FARCUME CHEGA AO BRASIL

FARCUME CHEGA AO BRASIL

O FARCUME: Festival de Curtas-Metragens de Faro, realizado anualmente pela associação “FARO 1540”, vai ter uma extensão no Brasil e será realizada na cidade de Boa Vista no estado de Paraíba. Este projecto surgiu de um conjunto de reuniões que tiveram início em ...

BOOKCROSSING, agora em Faro…

BOOKCROSSING, agora em Faro...

O conceito de BOOKCROSSING está já bem implantado em todas as sociedades modernas. Portugal aderiu mais recentemente a este movimento, mas actualmente encontra-se já em igualdade com os principais países da Europa, representando neste momento uma das maiores correntes a nível Europeu. O BOOKCROSSING ...

Convívio “1540″ – Aberto a Associados

Convívio 1540 - Aberto a Associados

A Faro1540 dispõe a partir de hoje um espaço de lazer dirigido a todos os associados. Este espaço funcionará durante todas as actividades regulares semanais promovidas pela Faro1540, com especial destaque ás terças e sextas-feiras, com eventos temáticos. Público em geral também está convidado ...

ASSOCIADOS

ASSOCIADOS

Para ser um dos associados da "FARO 1540", caso seja proposto por um sócio efectivo, apenas terá que preencher a proposta de associado e anexar uma fotografia. Caso se auto-proponha como associado efectivo, deverá enviar para a "FARO 1540" um pequeno CV ...

ENTREVISTA DO NOSSO PRESIDENTE NO JORNAL DE FARO

ENTREVISTA DO NOSSO PRESIDENTE NO JORNAL DE FARO

A entrevista integral com o presidente da "FARO 1540", Bruno Lage no Jornal de Faro, em: http://www.jornaldefaro.com/?p=889 Proposta de roteiro “Conhecer o concelho de Faro” por parte do entrevistado em:  http://www.jornaldefaro.com/?p=898

UM “LIKE” POR UMA ÁRVORE

UM LIKE POR UMA ÁRVORE

A “FARO 1540″ está a lançar uma campanha ecológica. Por cada “like” nas páginas no Facebook da “Faro 1540” e “Farcume” vamos plantar uma árvore autóctone em terrenos de aptidão florestal. A plantação vai decorrer no âmbito da Semana de Reflorestação Nacional. Colabora clicando ...

MOÇÃO APROVADA EM ASSEMBLEIA-GERAL POR UNANIMIDADE E ACLAMAÇÃO

A "FARO 1540" torna pública na sua página electrónica, a moção que foi aprovada por unanimidade e aclamação na sua última Assembleia-Geral, realizada no passado dia 17 de Dezembro, onde é pedida a devolução a Faro da biblioteca do Bispo do Algarve ...

FARCUME NO CROWDFUNDING PORTUGAL

FARCUME NO CROWDFUNDING PORTUGAL

A "FARO 1540" já se encontra a preparar a 4ª edição do FARCUME: Festival de Curtas-Metragens de Faro, estando a empenhar-se activamente para que esta seja a maior e melhor edição de sempre. Para já, e a cerca de 4 meses do encerramento ...

NÃO AO ACORDO ORTOGRÁFICO

NÃO AO ACORDO ORTOGRÁFICO

A “FARO 1540” fiel aos seus princípios e à defesa da língua e cultura portuguesa sempre utilizou a norma ortográfica antiga nas suas comunicações escritas. Chegado ao ano 2013, a “FARO 1540” deliberou em reunião de Direcção manter esta orientação em virtude ...

JANTAR/CONFERÊNCIA: AGRICULTURA BIOLÓGICA

A FARO 1540 vai levar a efeito no próximo sábado mais um jantar conferência subordinado ao tema “Agricultura Biológica – Vantagens e Benefícios“, que será proferida pela Eng.ª Agrónoma Cristina Carvalheira.

Em virtude de Portugal neste momento produzir somente 1/4 daquilo que consome e com tendência para se agravar, este tema vai abordar um segmento de mercado com grande potencial e de grande expansão no nosso país, a que se seguira o habitual debate.

As inscrições para este jantar/conferência deverão ser feitas para o e.mail da associação.

trabal21

Desastre Petrolífero no Golfo do México. E se fosse no Algarve?

Perante as noticias avançadas ao longo desta semana a relembrar a possibilidade e o interesse de construir plataformas petrolíferas ao largo da costa sul portuguesa, a associação “FARO 1540” vem alertar para o facto de poder ocorrer no Algarve, um incidente similar ao desastre petrolífero no Golfe do México caso se decida favoravelmente pela sua exploração.

Recorde-se que passados quase dois meses sobre a explosão e afundamento de uma plataforma petrolífera da BP no Golfo do México e que vitimou 11 trabalhadores, o derrame de crude continua a ocorrer em proporções assustadoras, estando estimado de acordo com vários cientistas em mais de 6 milhões de litros diários o que representa mais de 310 milhões de litros libertados desde 20 de Abril até hoje.

Neste momento a mancha de crude já afectou mais de 250 km de costa dos EUA, ameaçando agora chegar ao Oceano Atlântico e a Cuba, tendo já um diâmetro de 640 km e uma extensão aproximada de 30.000 km2, o equivalente a praticamente 6 vezes a área de todo o território algarvio.

As consequências ambientais e económicas deste acidente são desastrosas, sendo já, um dos maiores desastres ambientais do mundo, sendo somente ultrapassado pelo acidente de Chernobyl, na Ucrânia, em 1986 e pelo incidente de Bhopal, na Índia, em 1984.

Infelizmente ficou provado que nenhuma companhia petrolífera do mundo tem neste momento ao seu dispor a tecnologia, os meios e a preparação necessária para fazer face a problemas deste género como ficou patenteado pela inoperância e pelas diversas tentativas frustradas para por cobro à fuga de crude e gás.

Ora este incidente vem provar o enorme risco a que o Algarve vai ser submetido caso as explorações petrolíferas ao largo da nossa costa venham a concretizar-se, pois para além das terríveis consequências nos ecossistemas, os danos económicos sobretudo no sector das pescas e turismo seriam catastróficos e levariam anos a serem repostos, com graves e directas implicâncias na vida dos algarvios.

Mais importante que o ouro negro, (que até pelas contrapartidas negociadas entre as companhias exploradoras e o Estado português pouca importância económica teria), está o ouro turístico baseado sobretudo no sol, mar e areia, esse sim a grande alavanca do desenvolvimento económico do Algarve e que importa defender e preservar.

Algarve_Petroleo3